deo

Acostumado desde pequeno a frequentar as rodas de choro promovidas pelo avô e vendo sempre seus tios tocarem bandolim, violão e cavaquinho, para Déo Rian a música e o universo do Choro surgiu como consequência do ambiente em que vivia. Déo frequentou todos esses ambientes de rodas musicais, conviveu com muitos chorões e teve como mestre Jacob do Bandolim. Jacob, um dos maiores músicos de toda a história influenciou muito o trabalho de Déo Rian, e depois de sua morte em 1969, Déo foi apontado como o principal sucessor de Jacob na manutenção do Choro e de todo seu legado. Déo Rian é, portanto, um dos principais representantes do choro atualmente, não só pelo seu legado como instrumentista nem também apenas por sua herança musical, e sim pelos fundamentos da linguagem do choro muito bem sólidos em seu trabalho. Este show registra esse momento de aproximação de diferentes gerações dentro de um gênero genuinamente brasileiro, mostrando a capacidade de movimentação, adaptação e renovação de uma cultura popular urbana e todo seu universo musical próprio através do tempo. O Regional Imperial foi criado a partir da reunião de quatro talentosos jovens músicos e será o responsável pela homenagem desse grande nomes do choro, missão que cumpre com louvor. Acrescenta-se também que esse registro se dará no período que o musico Déo Rian completará 70 anos, estendendo-se também como principal proposta, nesse caso, a valorização da memória da trajetória artística do músico.